Fãs tentam libertar Condenado a sentença de 24 anos de prisão, por ser “demasiado giro”

O jovem de 21 anos, Cameron Herrin, tiktoker, foi condenado pela justiça americana a 24 anos de prisão. 28 mil fãs já assinaram petição para que seja liberto.

Cameron Herrin foi condenado por ter atropelado mortalmente uma mulher de 24 anos, Jessica Reisinger-Raubenolt, e a sua filha, de apenas 20 meses, Lillia, quando estas atravessavam a estrada.

O acidente aconteceu na Flórida, nos Estados Unidos da América, e de acordo com o jornal Tampa Bay Times, o condutor conduzia a 160km por hora tendo já sido várias vezes intercetado pela polícia por excesso de velocidade.

Na altura do acidente, o jovem participava numa corrida de carros ilegal.

Depois da sentença sair, em abril, o jovem tiktoker removeu todo o seu conteúdo das redes sociais mas mesmo assim os fãs pedem, através de petição, que haja “justiça” e que este seja liberto, por ser “demasiado giro” ou “too cute” – conta já com 28 mil assinaturas. Não se fizeram esperaram críticos do movimento, incluindo a mãe do jovem.

Fonte: dazeddigital.com