Há quem queira ver Cristina Ferreira dar uma chapada a Daniel Oliveira

Há quem já imagine um remake da cena dos Oscars mas com novos e diferentes intervenientes, neste caso portugueses. Quem fez a piada, foi António Raminhos. Várias foram as personalidades ligadas ao humor a comentar o acontecimento que envolveu Will Smith e Chris Rock, durante a cerimónia dos Oscars, em LA, e que ainda é escrutinado. Raminhos imaginou um cenário parecido mas a envolver Cristina Ferreira, atual diretora de entretenimento e ficção da TVI e, Daniel Oliveira, diretor de programas da SIC.

Mas não se ficou por aí, já que também imaginou um cenário de agressão, entre Rodrigues Guedes de Carvalho e José Rodrigues dos Santos, numa disputa pelas melhores “tiradas” nos noticiários portugueses.

Fora de brincadeiras, António Raminhos condena o comportamento de Will Smith, considerando-o inadequado. “O mais engraçado… um gajo da comédia a bater noutro gajo da comédia por causa de uma piada e não compreender o que é dito com maldade ou só estúpido. Ne vou discutir os limites do humor, mas havia sempre a oportunidade de subir ao palco e mandar umas bocas ao Chris Rock ou até falar com ele no fim. Ou, mais normal, deixar a Jada resolver o assunto. Não sei, qualquer coisa é melhor que ir lá dar uma chapada, que é abrir um precedente agora para que uma data de gente se sinta à vontade de dar chapadas quando não gosta de uma piada. ‘Então, se o Will fez porque é que eu não posso?!’ Para mim, simples, má piada do Chris Rock e péssima reação do Will Smith. Está tudo maluco. Preparem-se que vem aí o apocalipse zombe a seguir“, disse o humorista nas redes sociais.

Fonte: Nova Gente