Oops! Ricky Martin arrisca apanhar 50 anos de prisão

O cantor porto-riquenho de 50 anos está a ser acusado de abusar do sobrinho de 21 anos que, de alegadamente, manteve um relacionamento com este. O advogado já veio a publico e nega todas as acusações.

“Ricky Martin nunca esteve e nunca estaria envolvido em qualquer tipo de relação romântica ou sexual com o seu sobrinho”, podia ler-se no comunicado de Martin Singer, o advogado do cantor.

“A ideia não apenas não é verdade, mas é nojenta. Esperamos que este homem tens a ajuda de que tanto necessita. Mais do que isso, esperamos que esse caso terrível seja arquivado assim que um juiz olhar para os factos.”, disse ainda.

Já o processo alega que o cantor teria mantido um relacionamento com o filho da sua irmã, e o jovem estaria a passar por problemas de saúde mental. Segundo o site El Vocero, Martin recebeu no inicio do mês uma ordem de restrição.

A denuncia do caso foi feito de forma anónima, onde era mencionado que os dois, tio e sobrinho, mantinham um relacionamento há sete meses. A separação tinha sido há dois e depois disso Martin não aceitava o sucedido, ligando-lhe com frequência.

Na denuncia era ainda mencionado que Ricky Martin teria cometido abusos físicos e psicológicos durante esses mesmo relacionamento que os dois terão, alegadamente, mantido.

A audiência do caso será no dia 21 de julho. Caso se dê como provado que Ricky tenha abusado realmente do sobrinho, arrisca uma pena de 50 anos de prisão – de acordo com a lei porto-riquenha para casos de incesto.